terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Farofa de Frutas

Feliz Natal!! Alegrias, amigos, amor e família! Coisa boa! 
Para os adeptos da carne e do tradicional peru de natal, essa farofa com os sabores adocicados das frutas, acompanha muito bem, além de trazer uma maravilha de cores à mesa!

Receita de Farofa de frutas

Ingredientes:
10 ameixas secas sem caroço
10 cerejas ao marasquino
5 figos em calda
5 metades de pêssego em calda
1 cebola média
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de óleo de canola
2 xícaras de chá de farinha de mandioca torrada e temperada



Modo de preparo:
Pique os ingredientes. As ameixas, as cerejas e os pêssegos em cubinhos. Os figos em formato meia lua; basta cortá-los no sentido longitudinal. Corta a cebola em tiras bem fininhas. Em uma panela coloque a manteiga e o óleo, aqueça e doure as tiras de cebola em fogo baixo. Acrescente aos poucos mexendo vagarosamente: as ameixas, os pêssegos, as cerejas e por último, os figos. Com delicadeza vá acrescentando a farinha e misturando às frutas, coloque uma pitada de sal, misture um pouco mais e está pronta. Desligue o fogo. Procure por uma travessa bonita, coloque a farofa e decore com as frutas em calda; ameixas, cerejas, pêssegos e figos picados em pedaços maiores. Atente para as cores: o vermelho da cereja, o verde do figo e o amarelo do pêssego compondo harmoniosamente o prato na hora de servir. Bom apetite!
Serve 6 pessoas.

Bom Natal! Muito amor em nossos corações! Perdão e ternura já!!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Sobre o livro e as memórias

Remexendo nas memórias e relembrando os movimentos na cidade de Pelotas, onde estou morando há menos de três anos, encontrei a entrevista que cedi ao Programa Nossa Luta, do Sindicato da Alimentação, feito pela produtora Maria Bonita. Gosto muito dessa conversa com a Ediane Oliveira e resolvi compartilhar com vocês por aqui. Estou ausente no blog, tenho vivido intensamente a vida real! Em breve, pretendo retomar as receitas e os escritos por aqui. Um grande abraço,

Entrevista cedida à Maria Bonita - março de 2012 - Programa Nossa Luta - sindicato da alimentação em Pelotas - RS

segunda-feira, 25 de março de 2013

As ensinanças da dúvida


                                                                                                      
Hoje fui à uma banca de defesa de doutorado e foi tão bonito, tantos sentimentos bons de carinho, ternura, gratidão e a certeza de muitos dali da importância do trabalho nos caminhos da formação humana. De um dos amigos que estavam presentes ouvi:


As ensinanças da dúvida

Tive um chão (mas já faz tempo)
todo feito de certezas
tão duras como lajedos

Agora(o tempo é que fez)
tenho um caminho de barro
umedecido de dúvidas

mas nele (devagar vou)
me cresce funda a certeza
de que vale a pena o amor

Thiago de Mello

Não, não tenho caminho novo, o que tenho de novo é o jeito de caminhar.

eu, que há tempos, muitos, não lia Thiago de Mello, fiz minha essa frase acima.