terça-feira, 11 de agosto de 2009

indigestão

Pois é, ando sofrendo de indigestão. A comida fica meio parada, demora a descer, pesa, dá uma lombeira e uma dor no peito estranha. E nem sou uma comilona. Gosto de comer, sim, mas, já não tenho o hábito de beliscar há algum tempo. Sempre gostei de biscoitos e há meses tenho evitado. Como poucos. Outro dia, comprei um pacote de casadinhos, lá de São Tiago, terra da festa dos biscoitos. Ainda não fui lá, mas, dizem que é muito bom. Os casadinhos estavam uma delícia e o pacote durou cinco dias.

Quando penso em indigestão, lembro dos chás. O chá de jasmim dizem ser digestivo. Acho-o lindo porque depois de colocada a água quente, as florzinhas se abrem. É uma imagem tão delicada...e tão cheirosa também...
Chá é uma gostosura, quentinho, numa xícara especial, um momento de relaxamento. Acho que aí a indigestão melhora mesmo, quando posso relaxar, respirar, ouvir o silêncio, sentir o cheirinho e o calor do chá. Dizem que beber chá é um ritual. Penso que sim. Comer também é rito. Só que na correria dos tempos de hoje, poucos sabem sentar à mesa e comer em paz, em silêncio, sentindo os sabores e perfumes da comida. Tem sempre que falar alguma coisa, até mesmo porque é nesse momento que se tem um tempinho livre pra conversar com o outro...No tempo da minha avó devia ser menos corrido, talvez da minha bisavó e as conversas aconteciam no alpendre da casa, após as refeições, digerindo palavras, libertando sorrisos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu tempero aqui: