sexta-feira, 30 de setembro de 2011

PUDIM DE LEITE DE COCO

Hoje a receita na Rádiocom, é de sobremesa:

Pudim de leite de coco

Fácil demais de preparar! Veja aí:

Bater no liquidificador:

1 lata de leite condensado
1 lata de leite integral
1 vidro de leite de coco
4 ovos
01 colher de sopa de maisena

Colocar essa mistura em uma forma caramelada com
calda de açúcar queimado ou glicose de milho.
Leve a cozinhar em banho-maria.
Desenforme depois de frio e em um prato de porcelana bem bonito!

Servir gelado, de preferência no dia seguinte...humm... :)

Dica: Se quiser, pode colocar uma calda extra com ameixas pretas.

Essa receita está num caderno especial: Na cozinha com Dona Dora.
Ganhei de um amigo, foi a lembrança em comemoração dos 80 anos
de sua mãe, Dora. Como ele já conhecia meu trabalho com os livros
e a culinária e é também uma pessoa que gosta de se arriscar na
cozinha, deu-me de presente um exemplar. O design do livrinho
foi ele quem criou e ficou uma graça. A próxima receita também
sairá do livro de Dona Dora. Um bolo de coco e abacaxi.

CANELONE DE RICOTA E ABOBRINHA

Caríssimos, nosso blog ficará mais recheadinho a partir de hoje, vou postar aqui as receitas que estão indo ao ar na Radiocom 104,5 FM Pelotas.
Há um mês, comecei a colaborar na Rádiocom, com dicas de cozinha e receitas culinárias, no programa da manhã que tem apresentação do Zé Luiz. Recebi com muito carinho os pedidos das ouvintes que por algum motivo, não conseguiram anotar a receita durante o programa. Com isso, farei então duas postagens semanais de receitas e outras coisinhas em torno da comida. Do mês que passou, esta foi a mais pedida:

Canelone de ricota e abobrinha

Ingredientes para 4 pessoas
12 quadrados de massa
250 gramas de ricota
80 gramas de queijo parmesão ralado
1 ovo
2 abobrinhas pequenas
noz-moscada a gosto
300 gramas de molho de tomates
manteiga para untar
uma pitada de sal
pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Numa panela refogue as abobrinhas cortadas em rodelas em um pouco de azeite
Depois de refogadas, deixe esfriar e misture ao recheio de ricota.
Junte a ricota amassada com garfo, o ovo, o queijo parmesão e tempere com sal, pimenta-do-reino e a noz moscada.
Cozinhe os quadrados de massa, retire com uma escumadeira e deixe esfriar sobre um pano úmido. Coloque em cada um deles duas colheres de recheio e enrole.
Coloque os rolinhos recheados numa travessa refratária untada com manteiga.
Leve a travessa ao forno médio preaquecido por dez minutos. Sirva os canelones com o molho de tomates e queijo parmesão salpicado. Bom apetite!

Tempo de preparo: máximo de uma hora. Muito saborosa e saudável. Pode acompanhar um arroz integral com passas e uma saladinha de folhas verdes variadas.

Para aqueles que apreciam um vinho, a sugestão para acompanhar essa massa é um Carmenère argentino.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Receita preparada ao amor: Fettuccine a parisiense

Ah, o amor... o amor jovem, cheio de frescor. Ontem, meu filho me fez lembrar do primeiro jantar que fiz pro pai dele quando éramos namorados. Bem simples, foi a primeira vez que cozinhei e coloquei a mesa pra dois. O macarrão tipo espaguete e o molho de tomate comprado pronto...queijo parmesão ralado por cima. Que bom que os anos passam... e a gente aprimora...rsrs :) Lembro-me bem: a mesa redonda da copa, o tapete era verde, as cadeiras em tom acinzentado, havia uma janela comprida que dava pra área, um aparador em fórmica laranja e branco,com quatro portas _ lá minha avó escondia um pote de vidro onde ficavam os biscoitos doces pra visitas.Do outro lado, ficava um carrinho de bebidas; licores, vinhos, algumas taças e enfeites. Eu tinha dezesseis anos.

Eiii mamis...tudiu bem?! Viu que hoje eu ia cozinhar né?! To aqui na Paulinha esperando ela sair do banho para irmos lá pra casa. Fiz coisas que eu nunca tinha feito...só de ouvir as pessoas falando e de já ter visto alguém fazendo...Fiz um fettuccine ao molho parisiense...molho branco feito com leite, maisena, margarina, cebola, presunto em cubos, azeitonas picadinhas e mussarela em cubos! Tá supimpaaa, ela vai amar ao ver lá em casa...chorei tanto ralando cebola...kkkk...comprei morangos, uvas sem caroço e chocolates para fazer um fondue...depois com mais tempo te relato tudo que fiz bunitinho! TE AMO e amo cozinhar por ser "filho de peixe" né?! Beijãooo!

Esse relato é do meu menino lindo que irá completar 24 anos no mês que vem. E que saudades eu estou dele... ai,ai... Filho pra mãe é sempre um menino e num é que ele também gosta de cozinhar? E ainda prepara a mesa, acende velas. Fiquei cheia de alegria quando vi essa postagem dele ontem. E aí, deu vontade de compartilhar com vocês por aqui. Alegria, amor, ternura, sentimentos sempre bons de compartilhar.

O passo a passo da receita imagino ter sido assim:

Fettuccine a parisiense

Coloque um pacote de fettuccine para cozinhar em água com um pouco de sal e um fio de azeite. Enquanto isso, prepare o molho branco.
Rale uma cebola média e chore, porque chorar faz bem e faz parte...rsrsrs. Doure levemente a cebola em duas colheres de sopa de manteiga ou margarina, coloque as azeitonas, o presunto em cubos, misture, acrescente o leitee a maisena dissolvida num pouco de leite, em fogo baixo, continue misturando, coloque uma pitada de sal. Acrescente o creme de leite, deixando separado 3 colheres de sopa para fazer o fondue de chocolate. Misture e desligue o fogo. coloque os cubos de mussarela e misture levemente.
Veja se a massa já está no ponto, al dente e escorra, dê o choque térmico na massa com água fria para parar o cozimento. Misture o molho suavemente em um refratário bem bonito e especial. Sirva com azeite, queijo parmesão ralado e um bom vinho branco.

Eu colocaria também uma pitada de noz moscada ralada. Molho branco pede noz moscada, dá um toque especial.

A lista dos ingredientes:

1 pacote de massa tipo fettuccine
1/2 litro de leite
1 colher de amido de milho
2 colheres de margarina ou manteiga
1 caixinha de creme de leite(separe 3 colheres pro fondue)
1 cebola média ralada
300 gramas de presunto em cubos
200 gramas de azeitonas picadas
300 gramas de mussarela em cubos

A sobremesa: Fondue de frutas com chocolate
300 gramas de chocolate meio amargo, 3 colheres de creme de leite,
uma colher de sopa de conhaque
Derreta em banho maria o chocolate, misture o creme e o conhaque e coloque em um rechaud de cerâmica com vela em baixo para manter o chocolate levemente aquecido. Lave bem as frutas, nesse caso, uvas sem caroço e morangos, deixe de molho por alguns minutos em vinagre e enxague bem.
Coloque em uma travessa e sirva com muito amor, carinho e beijinhos! O amor está no ar!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Como água para chocolate



Já escrevi sobre este livro/filme aqui. Escrevo novamente para divulgar uma proposta interessante de Cineclube aqui em Pelotas que estou participando com o Coisdivó - Artes e Afetos. Nome do ateliê em Minas que estou trazendo pro sul com as novas produções em torno da memória, da culinária e da literatura.

O Cineclube1968 é um grupo de coletivos de Pelotas que tem se reunido periodicamente para dar força ao movimento cineclubista na cidade, possuindo curadorias de diferentes atuações e espaços alternativos de exibições. Denominado “Cineclube 1968”, referindo-se a um ano marcante e revolucionário, o cineclube teve duas primeiras exibições em agosto e segue com a terceira exibição, no próximo dia 10 de setembro exibindo:

“Como água para chocolate”. A expressão quer dizer: água a pique de ferver ou alguém a pique de explodir. Este livro, dividido em doze capítulos, tem um subtítulo original que adoro: Romance em fascículos mensais com receitas, amores e remédios caseiros. A narradora nos conta uma trágica história de amor através da cozinha. Vai descrevendo o modo de preparo dos pratos e contando as histórias, envolvendo as personagens. É como um conto de fadas, cheio de tramas impossíveis e românticas, girando em torno da comida, seus cheiros e sabores.

A autora é Laura Esquivel, a obra virou best seller e o filme mexicano de mesmo nome foi sucesso nas telonas, sendo premiado no festival de Gramado em 1993. Este filme será o primeiro da Curadoria do Coisdivó no Cineclube1968. O Coisdivó irá propor dentro do Cineclube1968, a temática em torno da literatura e da gastronomia e a escolha desse filme não poderia ser mais apropriada, um filme baseado em um livro que traz receitas de cozinha.

Foi a partir do encontro com esse livro e dos capítulos iniciados por receitas tradicionais de família que preparei a minha edição do Memória Culinária; Coisa de Vó. Por isso, foi com muito carinho que escolhi e farei a exibição desse filme e logo após a exibição poderemos conversar degustando um gostoso chocolate quente.
Sintam-se convidados a comparecer neste sábado as 17:00 no Sindicato dos bancários que fica na Tiradentes 3087 entre Santa Tecla e Deodoro. A sessão do Cineclube1968 é gratuita. Garanta seu lugar chegando um pouquinho antes. O espaço comporta apenas trinta lugares. A exibição se dará as 17:00.




Segue uma citação que gosto muito e está no Memória Culinária: Coisa de Vó junto da receita de torta de cebola que minha mãe preparava na minha infância, uma homenagem à ela e à Tita, protagonista da obra, que chorava tanto ao cortar cebolas que as lágrimas viravam sal e temperava as comidas.

Gertrudis cerraba los ojos cada vez que daba um sorbo a la taza de chocolate que tenía frente a ella. La vida sería mucho más agradable si uno pudiera llevarse a donde quiera que fuera los sabores y los olores de la casa materna.