sexta-feira, 26 de março de 2010

Manifestando

Vi esta semana nos jornais locais a manifestação dos estudantes reivindicando o meio passe estudantil. Há tanto tempo não vemos manifestações estudantis(acho que desde os cara-pintadas contra o Collor)que achei louvável a ação. O meio passe ajuda com certeza aos estudantes, o problema são as exceções, os cambalachos que começam a aparecer para gente que não é estudante. Enfim, não tô aqui pra falar do infeliz jeitinho brasileiro de burlar as coisas, mas sim de dar um VIVA bem GRANDE aos estudantes que acabaram se juntando a manifestação de professores(em busca de melhores salários) na porta da prefeitura de BH e fizeram muito barulho, atrapalharam o trânsito com seus cartazes e braços para o ar.
Estamos precisando mostrar a nossa cara pra esses políticos!
É isso aí prefeito, já estamos invandindo a praça/praia da estação aos sábados pacificamente contra a sua proibição de realizar eventos de qualquer natureza por lá e torço pra que as manifestações como essas continuem.
O povo, digo, nós, precisamos acreditar no poder de nossa força e sair pra lutar contra essa politicagem que privilegia empresários poderosos, como empresas de ônibus e Angelas Gutierrez.
Se vai dar algum resultado tudo isso de fazer barulho e botar a boca no trombone não sei, sei é que a gente não pode ficar igual a burrinho de presépio abaixando a cabeça aceitando determinações governamentais que excluem e prejudicam a população.
VIVA aos estudantes, aos professores, aos produtores culturais e manifestantes de todas as áreas que defendem seus direitos e lutam por eles!

terça-feira, 16 de março de 2010

um desejo de bom dia!!

OLHA QUE LINDO GATINHO! Presentinho de uma amiga enviado por e-mail.



COM ESSE OLHAR DOCE E MEIGO COMO NÃO SORRIR PRA VIDA E AGRADECER CADA MINUTO DE EXISTÊNCIA?

BOM DIA VIDA, BOM DIA CÉU, BOM DIA SOL, NUVENS, FLORES, PÁSSAROS.

QUE TODOS TENHAMOS UM LINDO DIA!

domingo, 14 de março de 2010

Niver da vovó

Vovó Jura se estivesse conosco teria completado ontem 94 anos. Vovó tornou-se uma pessoa difícil quando ficou mais velha, era brava e mandona. Quando eu era criança e ela tinha menos de sessenta anos, a memória que trago é das melhores: me contava histórias, brincava, gostávamos de cantar juntas, fazíamos duas vozes.
Eu estava sempre perto dela quando preparava os tecidos para as colchas de retalho, ficava tão encantada com as cores e florzinhas e bolinhas e listras, enfim, era tão lindo e a organização dos cortes, tiras bem medidas de vários tamanhos que ela ia costurando e formando quadros que depois iam virando outras tiras e no final tornavam-se colchas para os netos e filhos. Isso pra não contar dos vestidinhos e batas de algodão que ela costurava pra nós, com sianinhas, tiras bordadas e fitas.
Ai, ai, sempre que lembro dela me emociono. E pra homenageá-la no seu dia, trouxe uma receita de doce, um doce de coco que ela fazia. Anote aí:

CARÍCIAS DA JURACY

1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
1 pacote de coco ralado de 200g

É muito fácil de fazer, igual a brigadeiro.

Misture os ingredientes em uma panela, leve
ao fogo brando e vá mexendo até desgrudar
do fundo. Quando isto acontecer está pronto.
Despeje em um refratário e coloque para gelar.
Pra comer de colher e
virar os olhinhos.

sexta-feira, 12 de março de 2010

bagatela

Mais tarde na mesma tv e em outro canal, passava um documentário sobre mulheres que estão ou estiveram presas por terem cometido o crime de furtar coisas em supermercados, lojas de cosméticos, farmácias, etc.
Putz, é uma meleca a justiça nesse nosso país. Uma delas ficou quase dois anos presa por ter tentado roubar dois pacotes de trakinas(um tipo de biscoito recheado) e um queijo. Outra foi parar numa solitária, nua, por vinte dias por tentar roubar um shampoo. Como pode? Que tipo de juiz é esse?
Um defensor público relata que houve caso de uma pessoa furtar um produto no valor de 1,67. É isso mesmo: um real e sessenta e sete centavos e essa ação judicial durou quase três anos! Tem gente que fica na cadeia dois anos por ter roubado um queijo enquanto há anos a bandidagem política tá solta por aí.
Até quando?

Entretenimento

Ontem a noite, estava no ateliê ouvindo música e pintando mas, depois de algum tempo me deu vontade de ligar a tv pra dar uma olhadinha no que passava naquele instante. Liguei e já diminuí o volume porque não iria prestar muita atenção mesmo... fui mudando de canal e parei na Rede Globo, estava passando a novela Viver a vida e a cena era de uma mãe histérica berrando com o filho adulto(um dos gêmeos da novela) que também a respondia firmemente e com cara a bem fechada. Como eu não estava ouvindo nada das falas deles, parei por uns instantes com a pintura e fiquei prestando atenção nos gestos, nos movimentos das mãos, nos olhares ofensivos, as bocas nervosas, um querendo engolir o outro. Em seguida, chega o outro filho da mãe histérica que diz alguma coisa pro irmão e os dois saem na porrada; socos, safanões, um tremendo arranca rabo e a camera volta na mãe que tampa os olhos e descontrolada, parece chorar.
Desliguei neste instante. Fiquei a pensar: claro que seus filhos vão sair no tapa e gritando um com o outro, olha só o exemplo: você berra sem parar com o dedo apontado no nariz de um adulto e quer que ele fique quieto e a respeite?
Por um momento esqueci que aquilo era uma novela. Mas, novela de tv não era pra ser entretenimento, diversão, passatempo? Que tipo de entretenimento é esse? ...

quinta-feira, 11 de março de 2010

Tô de volta

Ai,ai...voltei! Tava com saudade mas totalmente sem tesão e tempo pra escrever...Continuo tentando administrar melhor o tempo e o tesão pra escrever reapareceu. Talvez vocês notem um tom diferente nos textos, é que ando engasgada com coisinhas que acontecem e incomodam e vou guardando, sem nada comentar.
Tive ganas de escrever em alguns momentos mas achei que não caberia neste blog, que é tão cheio de ternura, de boas memórias, afeto, coisas de vó, culinária, delicadezas, literatura e otras cositas más.
Daí fiquei a pensar... Crio um outro blog? Pra falar destas pequenas e incômodas indignações ou escrevo por aqui mesmo? Demorei a me decidir, pensei no trabalho dobrado e no tempo enxuto e mais uma senha pra guardar...confesso que me deu uma preguiiiça, enfim, pensando bem mais e melhor, escreverei por aqui mesmo; reflexões, comentários, indignações que caberão direitinho na parte que chamo de otras cositas más...
Espero poder trocar ainda mais com vocês. Bjus.