sexta-feira, 30 de março de 2012

Flores campestres numa tarde de outono



Hoje meu canto de leitura na casa ganhou ares campestres. Um ramalhete de flores em tons de rosa que comprei na feira. O senhorzinho que me vendeu falou que são as flores da páscoa, chamadas Cósmias. Na hora me veio cósmica, depois, cosmos, enfim, gostei do colorido, da leveza, do perfume fresco que a Cósmia possui e as trouxe comigo. Dividi o ramalhete. Ofereci aos amigos da Maria Bonita, uma casa amarela com um sofá retrô em couro verde, supercharmoso, que me recebeu pela manhã para uma entrevista sobre meu livro de Memória Culinária. O sol iluminou e aqueceu nossa conversa nos degraus da escada.






Mas, meu ramalhete de flores do campo cósmicas, deu-me certa nostalgia e me trouxe uma canção mineira dos anos oitenta (ou será 70?) deliciosa de ouvir:
Sem querer fui me lembrar de uma rua e seus ramalhetes, o amor anotado em bilhetes, daquelas tardes... no muro do sacré couer, de uniforme e olhar de rapina, nossos bailes no clube da esquina quanta saudade...

Ai, ai, flores, amores, cores, inspiração e saudade. As vezes ela aperta que só mesmo um dia de sol numa manhã de outono pra nos fazer sorrir. 
A tarde segue bonita com céu azul e pássaros cantando lá fora. 










A foto que tirei agora no meio da tarde, traz o meu cantinho de leitura. Sobre a poltrona comprada num bric a colcha de crochê cor-de-rosa foi tecida pela minha avó Juracy e lembro-me dela cobrindo sua cama, havia um fundo em tom de cinza, se a minha memória não falha. A jarra improvisada para as florzinhas do cosmos tem carinha de coisa de vó, mas, não foi uma herança, comprei numa loja no centro da cidade por precinho bem camarada.
Ah, Pelotas, se tu tivesses tantos dias iguais a esses, seria mais colorida (e menos dolorida) a minha saudade...


3 comentários:

  1. Lindo Ju. Amo você, sabia? Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Ei Jú! O Empório já tá liberado te seguindo! bj
    Chirley

    ResponderExcluir
  3. Agora q deu pra ler o post... lindo! tudo lindo!
    Saudade dá mesmo! Qdo der vai lá e mata! rs!

    ResponderExcluir

Coloque seu tempero aqui: