sábado, 25 de julho de 2009

memórias de uma oficina e boas lembranças - parte IV

Ainda não comentei da turma da oficina. Alunas muitos especiais: Alice Ivi, chef de cozinha de Cachoeira do Campo, Sulla Cipriano, futura chef de cozinha de Ouro Preto; Isabel Kaiser, nossa monitora, estudante de Letras em Mariana e Marisa Coppoli, mãe de Isadora, dona de boas risadas, olhos brilhantes e fazedora de pratos vegetarianos.



Quinta-feira, dia de céu azul! Ouro Preto fica ainda mais bonita. Da porta da sala de aula temos esta paisagem:



Manhã livre para decorar as capas e rechear o miolo com receitas trocadas de nossos cadernos e livros. Sulla trouxe fuxicos de casa, Marisa trouxe uma lata com retalhos já cortados em círculos para fazer fuxicos, Isabel e Alice aprenderam a fuxicar também... olhem só como nossos cadernos ficaram:


Nesta tarde, na cantina da cozinha, tivemos a visita da TV local e a nossa receita foi com um ingrediente muito mineiro, colhido do quintal da casa da Sulla: A COUVE.

QUICHE DE COUVE

Ingredientes
Para a massa:
2 xícaras e meia de farinha de trigo
2 colheres bem cheias de manteiga
1 ovo
1 gema
Ervas secas e sal a gosto
Para o recheio:
4 folhas grandes de couve rasgadas sem o talo
1/2 xícara de creme de leite
1/2 xícara de queijo parmesão ralado
cebolinha fresca picada
1 cebola média picada
2 dentes de alho
3 ovos
sal a gosto

Modo de fazer
Prepare a massa: Misture os ingredientes em um recipiente usando as mãos até formar uma massa lisa e uniforme. Faça uma bola, embale em plástico filme e coloque na geladeira enquanto prepara o recheio: Em uma panela, refogue a cebola, o alho com um fio de azeite, acrescente a couve aos poucos e a cebolinha fresca picada. Deixe esfriar um pouco. Bata os ovos, misture o queijo parmesão e o creme de leite. Vá colocando esta mistura aos poucos.
Pegue a massa na geladeira, abra com as mãos em uma vasilha tipo marinex para tortas.
Coloque o recheio e salpique queijo parmesão por cima para gratinar. Leve ao forno médio por trinta minutos.

Esta receita foi inspirada no livro: Papel manteiga para embrulhar segredos, de Cristiane Lisboa e sofreu algumas alterações. Tiramos um ovo do recheio, acrescentamos a clara que sobrou da massa, não colocamos alecrim e sim um pouco de orégano desidratado e a cebolinha fresca.

Enquanto o quiche de couve assava, assistimos uma parte do filme O tempero da vida. Trinta minutinhos depois, nossa receita saiu assim:

Um comentário:

Coloque seu tempero aqui: