segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Mini herbário

Uma delícia os perfumes das ervas no jardim. Ontem comprei uma mudinha de poejo de uma senhora na feira. Ela passou pelas barracas oferecendo seus remédios. Dava o nome das plantas como anador, novalgina, vick vaporubi, pode? Eu já tive poejo no meu jardim mas não durou muito. A hortelã também não gostou. Quem esteve lindo no jardim longo tempo foi o alecrim, mas, faleceu depois da invasão abençoada dos pés de maracujá _ já contei essa história por aqui...
Além dos aromas deliciosos e do poder de cura para vários males, as ervas enfeitam nosso cantinho, seja no beiral da janela, na cozinha ou no quintal( para sortudos que os tem hoje em dia!)
Aqui algumas informações sobre o alecrim, que estão no mini herbário, caixinha aberta contendo dez mini livros costurados com papel reciclado e artesanal que abrigam pequenas amostras de ervas e como disse um amigo do curso: um códice de temperos!




ALECRIM

Seu nome latino ros marinus significa o orvalho que vem do mar. Poético, não?
Originário da Europa central, tem sabor acentuado e deve ser usado com parcimônia em assados, aves e em especial, no assado de cordeiro.
É muito bom para os rins, equilibra a pressão arterial, alivia dores reumáticas e auxilia na digestão.
Noite dessas, no aniversário de uma amiga querida, preparei um drink de improviso: manga ubá, folhas frescas de hortelã, aguardente e um punhadinho de alecrim desidratado. Bati no liquidicador com bastante gelo e coloquei umas gotas de limão já nos copos a servir. Não restou uma gota...

Um comentário:

Coloque seu tempero aqui: